12 abril 2017

[Resenha] As Gêmeas do Gelo


As Gêmeas do Gelo
Autor: S. K. Tremayne
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2016
Páginas: 362
Skoob


Sinopse: 'Um thriller psicológico aterrorizante perfeito para os fãs de A Garota no TremUm ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?'



As Gêmeas do Gelo foi um dos melhores trillers psicológicos que li esse ano! Um conjunto de suspense, drama, tensão, incertezas e um toque sobrenatural, em uma trama muito instigante!

Sarah e Angus passam por um terrível momento, uma de suas filhas gêmeas, Lydia, morreu após um acidente. Ainda fragilizados com a tragédia, após 14 meses, eles resolvem se mudar para uma pequena ilha escocesa, herdada por Angus.



O que parecia ser a reconstrução de suas vidas vira um pesadelo quando a gêmea sobrevivente, Kirstie, começa a afirmar que ela, na realidade, é Lydia e que Kirstie morreu.

“- Mamãe, por que você continua me chamando de Kirstie?Não respondi. O silêncio impera. Então falo:- O quê? Não entendi, querida.- Por que você continua me chamando de Kirstie, mamãe? Kirstie está morta. Quem morreu foi a Kirstie. Eu sou Lydia.”


Sarah entra em pânico e fica confusa. Será que ela foi mesmo capaz de cometer tal engano com suas filhas? Ou será que é Kirstie tendo uma crise de identidade, já que as gêmeas brincavam de trocar de lugar?


A narrativa é alternada pelo ponto de vista de Sarah e Angus, e vamos conhecendo um pouco mais do casal, os acontecimentos desde o nascimento das gêmeas, o porquê da mágoa entre eles e muitos outros segredos.


“Eu não acredito em nada daquilo. E não consigo acreditar nem mesmo na realidade: que estou em uma igreja, em outro funeral para a filha que morreu de verdade. Eu não consigo acreditar que minha família desmoronou. Que tudo tinha se transformado em cinzas.”


A escrita é fluída, cheia de suspense e reviravoltas e, extremamente perturbadora. Em um clima sinistro, a autora consegue prender até a última página. É impossível não se envolver com a história e querer descobrir a verdade. 

Para ajudar, o ambiente da ilha, o farol e o interior da casa contribuem em muito para deixar a trama ainda mais enigmática.

Eilean Torran onde se passa a história


Durante a leitura fiquei muito angustiada para chegar à verdade e quando pensava que tudo já estava certo e era só esperar pelo desfecho, ledo engano, fui surpreendida com o final. Excelente!

A capa com o farol da ilha ao fundo dá todo tom de mistério da trama. A diagramação está ótima, com folhas amarelas e letra em tamanho confortável para leitura.

As Gêmeas do Gelo é um livro enigmático e perturbador! Indico para todos que gostam de um bom suspense com um toque sobrenatural.

2 comentários:

  1. Fiquei tensa com a resenha. Adoro tramas assim, cheia de mistérios e já fiquei curiosa pra saber das gêmeas.
    Quero!!!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a capa desse livro! Parece ser um livro bem interessante e cheio de suspense. Vou anotar na minha lista de desejados. Beijos.

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo