20 abril 2017

[Resenha] As Cores da Vida


AS CORES DA VIDA
Autora: Kristin Hannah
Editora: Arqueiro
Ano: 2016
Páginas: 352
Skoob


SinopseUma arrebatadora história sobre irmãs, rivalidade, perdão e, em última análise, o que significa ser uma família. As irmãs Winona, Aurora e Vivi Ann perderam a mãe cedo e foram criadas por um pai frio e distante. Por isso, o amor que elas conhecem vem do laço que criaram entre si. Embora tenham personalidades bastante diferentes, na verdade são inseparáveis. Winona, a mais velha e porto seguro das irmãs, nunca se sentiu em casa no rancho da família e sabe que não tem as qualidades que o pai valoriza. Mas, sendo a melhor advogada da cidade, ela está determinada a lhe provar seu valor. Aurora, a irmã do meio, é a pacificadora. Ela acalma as tensões familiares e se desdobra pela felicidade de todos – ainda que esconda os próprios problemas. E Vivi Ann é a estrela entre as três. Linda e sonhadora, tem o coração grande e indomável e é adorada por todos. Parece que em sua vida tudo dá certo. Até que um forasteiro chega à cidade... Então tudo muda. De uma hora para a outra, a lealdade que as irmãs sempre deram por certa é posta à prova. E quando segredos dolorosos são revelados e um crime abala a cidade, elas se veem em lados opostos da mesma verdade.



O livro conta a história de três irmãs, Winona, Aurora e Vivi Ann. Mas apesar de ser a história das irmãs Grey e seu pai amargurado, é mais focado em duas personagens - Winona e Vivi Ann.

Winona é a irmã mais velha, que após o falecimento da mãe, ainda com 15 anos, toma para si a responsabilidade de cuidar das irmãs. Com um pai distante, sem carinho e atenção, Winona sofre por só Vivi Ann conseguir elogios do pai.


“Winona via como aquela única ação – a entrega das rédeas – havia mudado tudo. Daquele dia em diante, a inveja se tornara uma corrente submarina, movendo-se em espirais sob a vida delas. Mas ninguém percebera. Não naquele momento, pelo menos.”


Vivi Ann, a “princesa” da família, amada por todos, sempre teve o que quisesse na vida, inclusive Luke, o grande amor de Winona. O que desperta mais rancor e inveja por parte da irmã mais velha.



Quando um forasteiro aparece e chama a atenção de Vivi, o que seria um alívio para Winona, não acontece, já é muito tarde. Winona já está dominada por seus sentimentos de raiva e rancor.

Acontecimentos e reviravoltas acontecem e distanciam mais ainda as irmãs, colocando-as em lados opostos. 



A história de Kristin Hannah é forte dentro do drama familiar. Como um sentimento mesquinho e atos impensados podem alterar uma vida toda?


“Algumas coisas não podiam ser esquecidas, mesmo com muito esforço. Humilhação. Perda. Inveja. Eram emoções que ficavam surgindo na superfície. No final, é muito cansativo mantê-las escondidas.”


Amor fraterno, lealdade abalada, disputas, perdas, mágoas e mentiras são temas bem tratados pela autora ao longo da história. 



Eu sou muito fã da autora e sempre me emociono muito em seus livros, onde a carga emocional é enorme.

Apesar de “As cores da vida” trazer temas fortes, o amor abalado entre irmãs e muitos outros pontos que são muito característicos na escrita de Kristin Hannah, esse livro não me conquistou muito. Não que seja um livro ruim, pelo contrário, a autora não decepciona. Porém não senti a mesma intensidade de livros anteriores.

Mas não deixo de recomendar, vale a pena sim e claro, cada um tem sua própria percepção. Então, leiam e depois me contem.

5 comentários:

  1. Oie amore,
    Ainda não conhecia o livro, nas já me interessei pela história e já anotei a dica por aqui!
    Essa coisa de irmãs me chama bastante a atenção.
    Beijoka!

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda.

    Eu tenho muita vontade de ler este livro por causa da sinopse que conseguiu despertar meu interesse e para conhecer a escrita da autora que ainda não tive oportunidade de conhecer. Fiquei bem curiosa para descobrir os acontecimentos e reviravoltas que o livro traz, por isso ele continua na lista de desejados. Ótima resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oiee Fê ^^
    Eu ainda não li nenhum dos livros da autora, mas como sempre vejo alguém elogiando suas obras, tenho muita curiosidade de conhecer sua escrita. Fico feliz em saber que você gostou deste livro, apesar de ele não ter conseguido te conquistar. Acontece, né?
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro os livros da autora, mas tem que ter muitos lencinhos juntos pq a emoção é sempre super forte. Pena que esse não te conquistou como os outros, mas acho até um tanto normal, já que todo autor tem seu livro que agrada menos uns do que outros.
    Acho a capa desse livro uma das mais lindas - e adorei suas fotos :)
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser maravilhoso.
    Eu sempre olho muito a capa (claro que não é o mais importante em um livro, mas é o que deixa a primeira impressão) e achei essa bem legal. Adorei suas fotos e a resenha. Vou colocar o livro na lista de desejados. Beijos.
    www.v3rsosdaalma.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não saia sem deixar um recadinho pra nós!

© Conduta Literária ♥ 2017 - Todos os direitos reservados ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo